Noticias - Vivendo sob a lei dos homens | ACOP - Igreja Apostólica de Pentecoste do Brasil


 
 

      Espiritual   •  Matérias

Vivendo sob a lei dos homens


Vivendo sob a lei dos homens

Vivendo sob a lei dos homens

01 dez 2017REVISTA

Em países como Afeganistão, Bangladesh e Paquistão, ser cristão é estar debaixo das leis islâmicas, o que significa ser um grande desafio

 

 

 

Na edição de dezembro da Revista Portas Abertas, você conhecerá a realidade da perseguição aos cristãos nos países onde a sharia – conjunto de leis islâmicas – é a base da legislação da nação. Apesar de muitas das punições previstas nessa lei serem condenadas por organizações de direitos humanos, como a ONU, elas continuam a ser praticadas. 

Apesar da realidade difícil, os cristãos da região do sul da Ásia mostram perseverança na fé. Para fortalecer essa igreja que enfrenta a perseguição todos os dias, a Portas Abertas apoia um projeto especial para formação de líderes que decidiram aceitar o chamado de Deus para pastorear o povo de Cristo. 

Além disso, você lerá uma matéria especial com curiosidades sobre a Lista Mundial da Perseguição – ranking dos 50 países onde a perseguição aos cristãos é mais intensa. Para quem deseja ser voluntário, preparamos um conteúdo que o mostrará como se envolver ainda mais com a Igreja Perseguida. Confira também a programação da Portas Abertas e seja edificado com a devocional deste mês. 

Ainda não recebo a revista

Se você ainda não recebe a Revista Portas Abertas, cadastre-se e receba mais informações sobre a causa da Igreja Perseguida. Confira o que tem acontecido com os cristãos perseguidos pelo mundo, a agenda dos próximos eventos, visitas de correspondentes internacionais, comentários de nossos parceiros, um devocional especial, pedidos de oração e muito mais. 

Seminário teológico para líderes

A Igreja Perseguida no sul da Ásia precisa de pastores capacitados para cuidar dos cristãos sem recursos e sem estudo. Eles aceitaram o chamado e você pode ajudá-los. Conheça o projeto e contribua para a preparação de bons pastores.

 

Fonte: Portas Abertas




Voltar